Os 10 melhores museus do Brasil

  • Compartilhe

Cada vez mais os Brasileiros vem se interessando por atividades culturais, onde buscam além de diversão, conhecimento e resgate de suas raízes, até porque dentro do âmbito museológico existem os mais variados tipos de museus.

Quando falamos então sobre museus Brasileiros essa variedade se multiplica, em um país totalmente miscigenado podemos concluir que não faltam lugares para visitar, segundo dados do Instituto Brasileiro de Museus (IBM), o cadastro nacional de museus já mapeou mais de 3.200 instituições museológicas em todo o país.

Estudos feitos pelo IBM mostram que o número de visitantes nos últimos anos cresceu certa de 23% apenas na região Sudeste, a região Sudeste também carrega a bandeira de região com mais museus por metro quadrado, o que reflete também no crescente número de visitantes. Para dar uma ajudinha a aqueles que tem interesse na visitação de museu, o tripadvisor escolheu 10 museus nas quais todo Brasileiro tem que visitar pelo menos uma vez na vida.

1. Instituto Ricardo Brennand, Recife (PE)

Instituto Ricardo Brennand

Reprodução

O museu é uma réplica de um castelo medieval europeu que abriga, entre outros itens, armas e armaduras provenientes da Europa e da Ásia. O ponto alto é a pinacoteca, que exibe o maior acervo do pintor holandês Frans Post., com telas de artistas como Rugendas, Debret, além da coleção de vidros e do museu de cera, o museu que tem 13 anos recebe por volta de 2 milhões de visitantes por ano.

Informações:

Horário: terça a domingo, das 13h às 17h.
Entrada: R$ 25,00 (Inteira), R$ 12,00 (Meia)
(Pessoas com deficiência, estudantes, professores e idosos acima de 60 anos mediante documentação comprobatória).

2. Inhotim, Brumadinho (MG)

Reprodução

O museu possui 22 galerias onde ficam expostas obras de arte contemporâneas e ainda um jardim com mais de quatro mil espécies botânicas. Aberto ao público em 2006, já recebeu dois milhões de visitantes. Entre as instalações, esculturas, desenhos, fotos e vídeos, há trabalhos de 85 artistas.

Informações:

Horários: 9h30 às 16h30 e Sábado, domingo e feriado: 9h30 às 17h30.

Entrada: R$ 40,00 (Inteira), R$20,00 (Meia).
Quarta-feira (exceto feriado): entrada gratuita.
Meia: Para professores e estudantes com identificação, doadores de sangue, pessoas com necessidades especiais.

3. Museu da Língua Portuguesa, São Paulo (SP)

museudalinguaportuguesa

Reprodução

O primeiro museu da região Sudeste que imbica a lista dos 10 melhores museus do país, fica localizado na região da Luz e ocupa um prédio antigo da cidade com três andares. No primeiro, ficam as exposições temporárias; no segundo está a grande galeria onde acontecem projeções de filmes e uma linha do tempo com recursos interativos; no terceiro andar, o auditório. A temática do museu gira em torno do significado das palavras, a influência de outros povos e línguas na formação do idioma.

Informações:

Horários: Terça a Domingo, das 10h às 18h. Bilheteria até as 17h.

Ingressos: R$6 Inteira/ R$3 meia entrada. Crianças até 10 anos e adultos a partir de 60 anos não pagam.
Obs: às últimas terças de cada mês o horário é estendido até às 22h. A bilheteria fecha às 21h.

4. Museu Oscar Niemeyer, Curitiba (PR)

museuoscarniemeyer

Reprodução

Conhecido como Museu do Olho, por causa de seu formato, o projeto tem autoria de Oscar Niemeyer. Com um acervo de aproximadamente 2 mil peças, o MON guarda obras de Tarsila do Amaral, Cândido Portinari, Ianelli, Caribé, Theodoro De Bona e Miguel em exposições fixas. Oferece uma série de atividades culturais para adultos e crianças, colônias de férias, apresentações musicais, entre outras.

Informações:

Horários: Terça a domingo, das 10h às 18h.
Venda de ingressos e acesso às salas de exposição até 17h30.

Ingressos:R$ 16,00 (inteira), R$ 8,00 (meia-entrada para professores e estudantes com identificação, doadores de sangue, pessoas com necessidades especiais)
Entrada gratuita, mediante apresentação de documento comprovatório.

5. Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo (SP)

pinacotecasaopaulo

Reprodução

O prédio foi o primeiro museu de artes de São Paulo, o então Liceu de Artes e Ofícios, que formava artesãos da cidade e foi projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo em 1895. Em 1901, o edifício deu espaço à Pinacoteca, que só iria funcionar de fato em 1911, com a Primeira Exposição Brasileira de Belas Artes. Entre as primeiras doações para o acervo estão obras de Benedito Calixto, Pedro Alexandrino e José Ferraz de Almeida Junior. Hoje, o museu conta com cerca de mil obras e um espaço da reserva técnica para peças em restauração, tudo com vista para o Parque da Luz.

Informações:

Horários: Quarta a segunda, das 10h às 17h30 com permanência até as 18h.

Ingressos: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (estudante).
Grátis aos sábados. Crianças com até 10 anos e idosos maiores de 60 anos não pagam.

6. Museu do Futebol, São Paulo (SP)

Museudofutebol

Reprodução

O futebol sempre foi o esporte mais popular do Brasil, país berço de jogadores excepcionais como Pelé, Garrincha, Roldadinho e Neymar, seria de se estranhar não haver um museu pra história do futebol no Brasil e de sua importância para a cultura brasileira. Com vídeos e recursos interativos, o museu relata como o esporte inglês ganhou traços brasileiros. A partir de três eixos – emoção, história e diversão –, o museu explora o impacto do futebol na vida das pessoas, a história das Copas do Mundo e seus craques. O espaço está localizado na parte de trás das arquibancadas do Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu. E os visitantes ainda têm a chance de chutar a gol.

Informações:

Horários: Terça a sexta: 9h às 16h (permanência até as 17h). Sábados, domingos e feriados: 10h às 17h (permanência até as 18h)

Ingressos: R$10,00 (inteira), R$ 5,00 (Meia) (para estudantes, aposentados/idosos e portadores de deficiência.

7. Catavento Cultural e Educacional, São Paulo (SP)

museucatavento

Reprodução

O museu catavento possui experimentações únicas e faz com que as pessoas que o frequentam aprendam, brincando, sobre os mais variados assuntos. Localizado no antigo centro de São Paulo, próximo ao Mercado Municipal, é um dos espaços que mais atrai o público infanto-juvenil. Foi inaugurado em 2009 e está dividido em quatro grandes seções: Universo (espaço sideral e planetas do nosso sistema solar), Vida (evolução na Terra, desde os primeiros animais até o surgimento do homem), Engenho (criações no âmbito da ciência) e Sociedade (problemas de convivência entre os povos). A junção de informação e diversão se desdobra em conhecimentos científicos e culturais em um ambiente interativo.

Informações:

Horários: De terça-feira a domingo, das 9h às 17h
Entrada até as 16h. Recomenda-se a visitação para crianças acima de 7 anos.

Ingressos: Inteira: R$6,00 / Meia: R$ 3,00 (para estudantes, aposentados/idosos e portadores de deficiência.

8. Museu Imperial, Petrópolis (RJ)

petropolismuseu

Reprodução

Popularmente conhecido como Palácio Imperial, o museu está instalado no Palácio de Verão do imperador Dom Pedro II, localizado no centro histórico de Petrópolis. No acervo estão peças ligadas à monarquia brasileira, como objetos, obras de arte e objetos pessoais. Há também pinturas de Pedro Américo e Simplício Rodrigues de Sá. O museu guarda ainda joias imperiais, como as coroas de D. Pedro I e D. Pedro II, o cofre de bronze que foi presente do rei Luís Filipe I, da França, além de joias de dona Leopoldina e da Marquesa de Santos.

Informações:

Horários: terça a domingo, das 11h às 18h
Bilheteria: de terça a domingo, das 11h às 17h30
Jardins: de terça a domingo, das 8h às 18h.

Ingressos: R$10,00 (Inteira) / R$5,00 (Meia)
Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 5,00
(Moradores de Petrópolis e petropolitanos, às quartas-feiras e no último domingo do mês: gratuito).

Gratuidade: Brasileiros maiores de 80 anos e menores de 7 anos, guias de turismo com registro na Embratur e portadores de necessidades especiais

9. Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS, Porto Alegre (RS)

museutecnologiaportoalegre

Reprodução

Com uma grande área de exposição pública permanente, que abriga mais de 800 experimentos interativos, o museu procura despertar o espírito científico, a curiosidade e o gosto pelas ciências. Os visitantes têm acesso a informações importantes e curiosas nas áreas de arqueologia, biodiversidade, botânica, paleontologia e zoologia. A instituição é mais afastada do centro de Porto Alegre, mas é acessível por transporte público.

Informações: terça a sexta-feira: das 9h às 17h e Sábado e domingo:das 10h às 18h.

Ingressos: R$ 30,00 (Inteira), R$ 15,00 (Meia)
(Visitantes até 15 anos, Visitantes de 60 anos ou mais. Estudantes e professores de qualquer instituição e diplomados PUCRS).


10. Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), São Paulo (SP)

masp

Reprodução

Cartão-postal da capital paulista, o edifício projetado por Lina Bo Bardi possui um acervo de cerca de 8 mil peças. Há obras de Monet, Van Gogh, Matisse, Manet, Chagall, Picasso, Cézanne, Botticceli, Renoir, Delacroix, Modigliani, Toulouse-Lautrec, Cândido Portinari, Di Cavalcanti, Anita Malfatti e Almeida Junior. Um dos destaques do acervo é o espaço dedicado à coleção de esculturas de Edgar Degas, em bronze, com 73 peças. Aos domingos, o vão do museu abriga uma feira de antiguidades.

Informações: terça a domingo: 10h às 18h
e Quinta-feira: 10h às 20h.

Ingressos:R$ 30,00 (Inteira), R$ 15,00 (Meia)
(Estudantes, professores e maiores de 60 anos)

  • Compartilhe
Por Bianca Costa
Bianca Costa é formada em turismo e completamente apaixonada pro viagens, em 2015 largou tudo no Brasil para viver um ano como au pair na Alemanha.
31.05.2017
Nenhum Comentário